Header Ads

Campus Party tem a ver com o futuro do Brasil, diz ministro Juca Ferreira

 Campus Party tem a ver com o futuro do Brasil, diz ministro Juca Ferreira
O ministro da Cultura, Juca Ferreira, disse que a Campus Party está relacionada com o futuro do Brasil e "com o país se preparar para os desafios do século 21". Ferreira participou da cerimônia de abertura da Campus Party 2015, nesta terça-feira (3), no São Paulo Expo. O evento vai até sábado (8).
 A Campus Party 2015, oitava edição do evento de tecnologia e cultura pop e nerd, acontece em São Paulo (SP), no São Paulo Expo, antigo Centro de Exposições Imigrantes.
"[A Campus Party] tem uma importância cultural enorme. A cultura do século 21 tem a ver com se conectar em rede e possibilitar a participação de muita gente. A grandeza do evento ultrapassa a quantidade de pessoas e a qualidade da internet", disse o ministro.
 'Código fonte do planeta'
Paco Ragageles, cofundador da Campus Party, também subiu ao palco para a cerimônia de abertura do evento. "Nossa missão é reescrever o código fonte do planeta. É uma função difícil, mas o primeiro passo são os campuseiros", disse.
Paco destacou a importância da versão nacional da Campus. "Há dois anos não conseguimos fazer a Campus Party na Espanha, o berço do evento, porque não temos o apoio do governo. Então temos que agradecer a essas pessoas que nos permitem fazer isso uma vez por ano aqui".
"Conseguimos fazer muitas coisas que nos anos passados não conseguimos. Conseguimos que as pessoas não ficassem na rua para não dormir lá fora. O esforço de todos nós, mais de 600 pessoas, é conseguir que vocês tenham uma semana formidável", disse Paco.
Estavam presentes também na cerimônia de abertura Antônio Carlos Valente, presidente da Telefônica Vivo, Simão Pedro, secretário de serviços da prefeitura de São Paulo, Célio Bozola, diretor do Prodesp, e Ana Clévia Guerreiro Lima, do Sebrae.
Após as formalidades, autoridades e organização se juntaram para a já famosa contagem regressiva para o início da Campus Party. O projetor falhou por alguns minutos, mas logo os campuseiros puderam oficialmente dar seus gritos por inovação.

3 de fevereiro
19h30: Cerimônia de abertura
21h: Ime Archibong - diretor de parcerias estratégias do Facebook
4 de fevereiro
11h30: Gina Gotthilf - gerente de marketing e desenvolvimento internacional do Duolingo
13h: Miguel Nicolelis - neurocientista brasileiro responsável pelo projeto "Andar de novo"
14h30: Shubham Banerjee - jovem criador de uma impressora Braile de baixo custo
15h45: Camille François - pesquisadora de internet e sociedade no Berkman Center
20h: Chris Anderson - autor do livro "A cauda longa"
5 de fevereiro
13h: Paul Zaloom - ator da série "O mundo de Beakman"
14h30: Leo Burd - pesquisador do laboratório de mídias do MIT
15h45: Gary Whitehill - fundador da Entrepreneur Week
17h: John Cioff - professor de Stanford e "Pai do DSL", tecnologia de banda larga
18h15: Matteo Achilli - criador da rede social Egomnia, conhecido como "Zuckerberg italiano"
20h: Reid Wiseman - engenheiro e astronauta da Nasa que já foi ao espaço
21h30: Dado Schneider - professor e palestrante
6 de fevereiro
13h: Jonathan LeBlanc - diretor da área de "developer advocacy" do PayPal
18h15: Matthew F. Reyes - estrategista da NASA e CEO da Exploration Solutions
20h: Adam Howard - artista e especialista em efeitos especiais de Hollywood
7 de fevereiro
13h: Bas Lansdorp - fundador da Mars One, empresa que pretende colonizar Marte
19h: Cerimônia de encerramento
21h: Show de Encerramento

Nenhum comentário