Header Ads

Motorola explica por que atualizações do Android demoram

 Motorola explica por que atualizações do Android demoram

 Nesta quinta-feira (29), a Motorola anunciou que a atualização do Android Lollipop 5.0 está disponível para usuários do Moto G (primeira e segunda gerações) na Índia e no Brasil.

Contudo, enquanto isso, muitas pessoas que tem smartphones Motorola - sejam eles parte do grupo que já recebeu o Lollipop ou não - têm reclamado frequentemente que não tiveram acesso à atualização mais recente. Por conta disso, a empresa resolveu explicar o "porquê" por trás dessa história.  

Em primeiro lugar, a Motorola afirma que quando o Google cria uma nova versão de sistema operacional, ele libera primeiro para o Android Open Source Project, que por sua vez, repassa atualização para aparelhos Nexus.  

Em seguida, as fabricantes de smartphones testam o novo sistema junto às operadoras locais e outras organizações, algo que varia de acordo com a região do globo. Depois dos testes, a Motorola então libera os updates.  

Mas por que alguns usuários Motorola recebem a atualização cedo e outros só depois de semanas ou meses? Segundo a empresa, antes de soltar a nova versão para todos, ela faz testes com um pequeno número de pessoas e coleta feedbacks. Isso serve para detectar quaisquer bugs que existam entre o Android e o celular Motorola, dando uma chance para a fabricante arrumar o upgrade antes dele chegar a todos.  

 Para tornar o processo um pouco mais demorado, a atualização pode demandar testes para diferentes versões de softwares para cada aparelho, o que impacta diretamente no tempo de liberação, levando em conta também operadora e região.

No entanto, a Motorola afirma que com o lançamento do Lollipop 5.0, esse processo melhorou, já que o Google lançou versões para desenvolvedores bem antes do data prevista para a atualização. Isso permitiu que as fabricantes tivessem mais tempo para testar o novo Android.  

Nenhum comentário