Header Ads

Veja torcedor que quebrou TV e mais vídeos que bombaram durante a Copa

Prejuízo na torcida No momento de pura euforia ao assistir a emocionante disputa de pênaltis entre Brasil e Chile pelas oitavas de final, o paranaense Rafael Gambarim se empolgou ao finalmente se “vingar” do jogador chileno Alexis Sánchez, autor do gol em cima da seleção brasileira, e deu um tapa em sua televisão, destruindo aparelho (assista ao vídeo). 

 Em entrevista ao G1, Gambarim destacou que a TV, naquele momento, era a última das preocupações, e que ele e seus dois primos precisaram correr para a casa da vizinha para continuar a assistir às cobranças, que culminaram no avanço do Brasil para as quartas de final.

 Flatulência? O torcedor Raymer Monteiro se tornou famoso na web ao filmar um momento de irritação de Bruna Marquezine durante o jogo entre Brasil e Chile em 28/6, e ainda ser acusado de levar um empurrão ao supostamente soltar uma flatulência próximo à atriz (veja o vídeo).

 Em entrevista, Monteiro garantiu que tudo não passou de uma especulação, e que o pequeno desentendimento com Marquezine foi motivado pela gravação que Raymer estava fazendo no momento, com a atriz ao fundo.

Postada em redes sociais, a gravação virou hit nas redes sociais, despertando opiniões bastante diversas entre os usuários.  

Apoio dos mineiros Para apoiar a seleção de futebol do país, o Banco do Chile realizou um comercial com os 33 mineiros chilenos, que foram resgatados de uma mina no deserto do Atacama após ficarem 70 dias soterrados a mais de 700 m de profundidade em 2010 (assista). 

Reunidos novamente no Acampamento Esperança, Mario Sepulveda, à frente de seus companheiros diz para a câmera que “para um chileno nada é impossível”, e a equipe enviou para os jogadores recipientes com porções de terra do local para os jogadores, como se fosse um amuleto.  

O vídeo, postado em maio deste ano, foi assistido mais de 2,3 milhões de vezes.  

'Samurai' joga bola 

Já uma empresa de alimentos inovou ao escolher um desafiante para as “peladas” no Brasil, e colocou um jogador com uma armadura de samurai para fazer truques com a bola (veja o vídeo).  

Mostrando muita categoria e domínio de bola, o campeão de futebol freestyle no Japão, Kotaro Tokuda, mostrou que a roupa toda fechada não foi obstáculo para driblar pedestres e até desafiar um grupo que jogava futebol em uma quadra.  

O comercial “bombou” na web e superou 7,6 milhões de visualizações.  

 Mascote atrevido

Vestido de Fuleco, o mascote oficial da Copa do Mundo 2014, um homem com a fantasia do tatu-bola foi visto dançando de maneira bastante provocante com algumas mulheres, em cima de um pequeno palco (veja o vídeo). 

O registro, que teria sido feito na Colômbia, mostra as coreografias ousadas do mascote, enquanto outras dançarinas se apresentam no local. O movimento, em inglês, é conhecido como “grinding”. 

Há várias reproduções do vídeo na web, somando centenas de milhares de visualizações.  

Surdocego 'assiste' a jogo 

 O intérprete e professor de LIBRAS, Hélio Fonseca de Araújo, publicou um vídeo em seu canal no YouTube em que mostra uma técnica para ajudar Carlos, que é surdocego, a acompanhar o primeiro jogo do Brasil na Copa do Mundo, contra a Croácia (assista).

Com a ajuda de Regiane, Hélio criou uma réplica do campo de futebol e usou LIBRAS-Tátil e comunicação háptica (por meio do tato) para informar a Carlos todos os lances que ocorriam na partida, desde os passes, escanteios e gols até o número da camisa dos jogadores envolvidos nas jogadas. Ao final da partida, Carlos disse que ficou extremamente contente com a experiência, e que conseguiu sentir a emoção de acompanhar o jogo em detalhes pela primeira vez.

Já esse vídeo, postado no dia da abertura da Copa (12/6) foi assistido mais de 726 mil vezes.

Escada perigosa

Torcedores que foram ao Maracanã, na Zona Norte do Rio para ver o duelo entre Argentina e Bósnia no dia 16/6 tiveram uma emoção inesperada antes e após o jogo, como mostrou um vídeo postado em redes sociais que registra a estrutura tremendo bastante com a passagem da multidão pelo local (veja o vídeo).

Na gravação, feita após a partida, milhares de torcedores usaram uma mesma escada para deixar o estádio, e acabaram destacando o quão perigosa era a estrutura, considerada “precária” por um engenheiro consultado pelo G1.

Exemplo de educação

Após perder para a Costa do Marfim na Arena Pernambuco e empatar em uma partida sem gols com a Grécia na Arena das Dunas, em Natal (RS), os torcedores japoneses deram um exemplo de civilidade e educação ao recolherem todo o lixo produzido por eles no estádio (veja o vídeo).

Munidos de sacos de lixo e às vezes mesmo antes do apito final da partida, dezenas de pessoas foram filmadas e fotografadas recolhendo lixo das arquibancadas, e até mesmo em setores em que não estavam sentados.

As imagens impressionaram os brasileiros e foram bastante compartilhadas em redes sociais.

'Arma secreta' do time

Em uma animada reunião de torcedores da seleção dos Estados Unidos em Recife, o comediante Will Ferrell surpreendeu os fãs concentrados no “quartel general” norte-americano no Brasil, e foi apresentado como a verdadeira “arma secreta” do time (veja o vídeo).

Bem animado e sendo ovacionado pelo público, Ferrell contou diversas piadas para os presentes, e aproveitou a polêmica envolvendo o jogador uruguaio, Luis Alberto Suárez, para reviver o episódio em que ele mordeu o italiano Giorgio Chiellini durante uma partida. “Vou morder cada jogador alemão se eu precisar”, gritou Will.

A estratégia não deu muito certo, já que os EUA perderam para a Alemanha por 1 a 0, mas o vídeo de Ferrel se tornou hit, sendo assistido mais de 2,2 milhões de vezes.

 Veja torcedor que quebrou TV e mais vídeos que bombaram durante a Copa

Nenhum comentário