Header Ads

Google planeja levar wi-fi à África e ao sudeste asiático com balões e mastros

O Google está planejando desenvolver uma rede sem fio de alta velocidade usando balões para oferecer conexão à internet para cerca de 1 bilhão de pessoas da África Subsaariana e do sudeste asiático.

A gigante das buscas on-line já oferece conexão de alta velocidade por fibra ótica nos Estados norte-americanos Utah, Missouri e Texas. Agora, a empresa que conectar a população de países emergentes, como a África, e está disposta a fazer parcerias com empresas de telefonia e fabricantes de equipamentos para construir redes que aumentarão a velocidade da internet nas cidades, além de levar a web para áreas rurais.

O Google considera usar uma mistura de tecnologias, incluindo a transmissão de sinais por meio de satélites, mastros e até mesmo balões controlados remotamente conhecidos como dirigíveis, segundo reportagem do "The Wall Street Journal". O Google não quis comentar o assunto.

Com um número de smartphones maior que 50% em mercados ocidentais, as fabricantes de dispositivos móveis tentam agora se conectar aos países emergentes. O Google está altamente focado nesses mercados e está desenvolvendo celulares e tablets da linha Nexus de baixo custo.

Um teste de transmissão de sinal wi-fi foi realizado pela gigante das buscas on-line na Cidade do Cabo, na África do Sul, usando três mastros no campus da universidade Stellenbosch para oferecer conexão a dez escolas locais. A experiência, que começou em março deste ano, usa "espaços em branco" de ondas de rádio -- canais não usados pela espectro de transmissão de TV.

A empresa já realizou um trabalho conjunto com a universidade da Califórnia para enviar smartphones com sistema Android para altitudes próximas do espaço usando balões, que podem viajar a 100 mil metros de altura.

 Google planeja levar wi-fi à África e ao sudeste asiático com balões e mastros

Nenhum comentário