Header Ads

Brasil precisa de mais 10 mil antenas para ampliar rede 4G, diz sindicato

As operadoras de telefonia celular precisarão instalar quase 10 mil antenas a mais em todo o país para a ampliação da oferta do serviço de quarta geração, em especial nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo, disse nesta quarta-feira (29) o diretor-executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil), Eduardo Levy.

Segundo ele, hoje o país tem cerca de 60 mil antenas instaladas. "Precisamos colocar muito mais antenas", disse Levy, durante audiência pública na Câmara dos Deputados para tratar da qualidade dos serviços no setor.

As empresas, entretanto, vêm encontrando problemas por conta das legislações de alguns municípios que dificultam a instalação das antenas, por motivos que vão de supostos riscos à saúde pública até a poluição visual.

Um projeto que tenta unificar as regras para simplificar a instalação de novas antenas tramita atualmente no Congresso.

Desde o dia 30 de abril de 2013 as operadoras de telefonia móvel brasileiras oferecem serviços de banda larga móvel de quarta geração – 4G. A previsão do governo é que o número de usuários passem de 4 milhões no Brasil até o final do ano, segundo o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

 Brasil precisa de mais 10 mil antenas para ampliar rede 4G, diz sindicato

Nenhum comentário