Header Ads

APUs Richland com GPU desativada serão batizadas de Athlon

A AMD vai lançar novas versões de suas APUs com GPU desabilitada, algo que, na prática, faz dos produtos processadores convencionais. Não por acaso, a série levará o nome Athlon X2, para os dual-core, e Athlon X4, para os quad-core.

A intenção da empresa é se colocar no mercado ocupado por processadores de baixo custo, como os Pentium e Celeron da Intel. Por adaptar um projeto mais recente, espera-se que os produtos sejam bons competidores em preço e performance.

APUs são processadores que combinam núcleos x86 e GPUs em um mesmo chip. A ideia é que as capacidades e virtudes combinadas representem ganho de performance em computação doméstica, a preços competitivos. Ao comprar um processador Athlon, desenvolvido a partir de uma APU, mas sem processador gráfico, o consumidor está abrindo mão desse tipo de desempenho em favor do custo mais baixo.

Embora mais simples, os hardwares da AMD ainda carregam tecnologias interessantes. Eles terão suporte ao TurboCore, recurso que acelera o processador quando o sistema exige mais desempenho a uma frequência máxima de 4.2 GHz. Segundo o site CPU World, os novos processadores terão multiplicador desbloqueado, para despertar interesse em overclocks, e se assentarão em placas com soquete FM2, comum às APUs. Ainda não há informações sobre preço e datas de lançamento.

 APUs Richland com GPU desativada serão batizadas de Athlon

Nenhum comentário