Header Ads

Pulseira tech informa situações de risco para polícia e redes sociais

A inovação parece coisa de ficção científica: um bracelete apita na iminência de uma situação de risco. O Smart Bracelet, que usa sensores GPS e GMS, é capaz de enviar instantaneamente informações para a polícia e dispara mensagens de socorro no Facebook e Twitter, mostrando para todo mundo que você corre perigo.

O hardware elegante é fabricado pela PFO Technologies, e estima-se que seu custo anual será de US$11 mil (cerca de R$22 mil) por pessoa. O valor elevado tem justificativa: a vigilância é feita 24h por dia, nos 365 dias do ano.

Batizando de Project Natalia, a tecnologia do alarme pessoal foi idealizada pela Organização internacional de direitos humanos da Suécia sob fins dramáticos. Em 2009, Natalia Estemirova, uma das principais defensoras dos direitos humanos foi sequestrada em Grozny, capital da Chechênia, e morta. A pulseira honra a memória da ativista e ainda coopera para fortalecer seu trabalho durante a vida toda: a proteção das pessoas, e principalmente a de quem luta por elas.

Batizando de Project Natalia, a tecnologia do alarme pessoal foi idealizada pela Organização internacional de direitos humanos da Suécia sob fins dramáticos. Em 2009, Natalia Estemirova, uma das principais defensoras dos direitos humanos foi sequestrada em Grozny, capital da Chechênia, e morta. A pulseira honra a memória da ativista e ainda coopera para fortalecer seu trabalho durante a vida toda: a proteção das pessoas, e principalmente a de quem luta por elas.

A marca já conta com trinta exemplos do bracelete em teste. A expectativa é de que 55 pares estejam disponíveis até o fim de 2014.

Pulseira tech informa situações de risco para polícia e redes sociais

Nenhum comentário