Header Ads

Presidente da Apple pede desculpas para clientes chineses por arrogância

A Apple pediu desculpas aos seus clientes na China, depois que vários meios de comunicação do país criticaram duramente a empresa americana por sua arrogância e pelas práticas comerciais consideradas discriminatórias.

Em um comunicado publicado no site da empresa, o preside-executivo da Apple, Tim Cook, expressou suas mais “sinceras desculpas por qualquer preocupação ou mal-entendido”. A República Popular da China é o segundo maior mercado da Apple, onde compete ferozmente com a gigante sul-coreana Samsung. “Percebemos que nossa falta de comunicação externa levou a pensar que a Apple é arrogante e não leva em conta os comentários de seus clientes”, escreveu Cook.

Por sua vez, o porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, Hong Lei, saudou a carta de Cook e declarou que é “completamente normal que a Apple se desculpe perante seus clientes chineses”. A empresa californiana foi nos últimos dias alvo de fortes críticas por parte dos meios de comunicação chineses em nome da defesa dos consumidores.

O presidente-executivo do grupo americano também afirmou que a Apple ainda tem muito o que aprender acerca da maneira de funcionar e de se comunicar na China. Além disso, Cook indicou que a companhia revisará certas cláusulas de garantia consideradas discriminatórias por seus clientes chineses.

No futuro, todas as peças defeituosas dos iPhones 4 e 5 serão substituídas por peças novas, afirma no comunicado. Os clientes chineses precisavam pagar cerca de 60 euros para substituir a carcaça traseira de seus celulares, enquanto este serviço é gratuito em outros países. “Sempre tivemos um respeito incomparável à China, e os consumidores chineses sempre foram a nossa prioridade principal”, afirmou Cook.

Após o pedido de desculpas, a ação da gigante da informática em Wall Street caiu 3,11%, a US$ 428,91. “A carta de desculpas da companhia permite melhorar a situação e acalmar as relações entre a Apple e o mercado chinês”, considerou em um editorial o jornal chinês “Global Times”. As declarações do diretor da Apple são uma mostra do “profissionalismo e da flexibilidade” da gigante da informática e merecem respeito, completou.

Presidente da Apple pede desculpas para clientes chineses por arrogância

Nenhum comentário