Header Ads

Facebook testa formato de imagens WebP do Google

O Facebook começou a testar a utilização de imagens WebP na rede social. Desenvolvido pelo Google, o novo formato tem o objetivo de reduzir o tamanho das imagens sem prejudicar a qualidade, permitindo que haja uma economia considerável no tráfego de dados. No entanto, a novidade tem desagradado alguns usuários da rede de Mark Zuckerberg.

A novidade, que aparentemente está disponível para um pequeno grupo de usuários do Facebook, é exibida somente nos navegadores Chrome e Opera, que suportam o novo formato. Uma vez feito o upload da imagem, os servidores da rede social a convertem para WebP e passam a exibi-la assim para os navegadores que a suportam.

O fato de o Facebook aderir ao formato do Google, mesmo que em forma de teste, apresenta um grande avanço. Tendo como base o tamanho da rede social, não seria de se espantar se outros serviços começassem a utilizar o WebP, uma vez que haja uma redução significativa no consumo de dados e que isso resulte em uma experiência positiva para o Facebook.

Quem não anda gostando muito da novidade são os usuários. Como o WebP ainda é novo e suportado, o número de aplicativos desktop que o suportam ainda é muito pequeno. O fato tem gerado a insatisfação dos usuários, uma vez que muitos gostam de baixar as imagens encontradas na rede social, fazer montagens sobre elas e, depois, enviá-las novamente. Com a falta de suporte, eles sequer conseguem abri-las em seus programas de edição de imagens.

A solução é simples, mas não muito cômoda. Para evitar que o Facebook exiba as imagens no novo formato, os usuários são obrigados a acessar a rede social através do Internet Explorer, Firefox ou Safari. Assim, as imagens originais, em JPG, são exibidas normalmente.

O problema apresentado no Facebook chama a atenção para o quão complexa é a mudança de formatos amplamente estabelecidos na Internet. Se, mesmo afetando uma pequena parcela de usuários da rede social, a mudança já está dando o que falar, imagine quando outros grandes serviços começarem a alterar as suas aplicações para o formato WebP.

Facebook testa formato de imagens WebP do Google

Nenhum comentário