Header Ads

Entrega de iPhone 5S atrasa por conta do novo scanner de digitais

A Apple atrasou a entrega do iPhone 5S em função da escolha do material apropriado para o bom funcionamento do leitor de impressões digitais, um dos novos recursos do modelo. Segundo uma reportagem da agência Reuters, a produção em massa começaria em junho, mas devido ao atraso, apenas os displays terão sua produção iniciada, em baixo volume, em maio.

A agência também apurou que o suposto iPhone “de plástico” será fabricado de forma conjunta ao irmão mais caro e ambos terão displays de 4 polegadas. A expectativa ao redor do iPhone 5S é grande e os vazamentos vindos dos próprios fornecedores da Apple indicam que o modelo terá muitas novidades, como o novo processador A7 quad-core.

Além do novo chip, o iPhone 5S fará uso de uma nova câmera digital de 12 megapixels, com um inédito sistema de captura de imagens em condições de baixa luminosidade, suporte HDR para fotos e vídeos, e um display Retina “tela cheia”, com bordas curvadas.

O iPhone “mais acessível” promete ser o modelo de entrada da marca, para atuar nos mercados emergentes e enfrentar a concorrência imposta por gigantes como Sony, Samsung e LG com seus modelos Android de baixo custo.

Embora sua proposta seja de preços mais baixos, os últimos rumores apontam que modelo terá design e hardware que não deixam a desejar frente aos adversários. O iPhone de plástico terá corpo de policarboneto em cores variadas (branco, preto, azul, amarelo e vermelho), tela Retina de 4 polegadas, processador A5 e câmera de 5 megapixels.

Enquanto as novidades não chegam, no entanto, as ações da Apple seguem em queda. Os papéis custam hoje menos de US$ 400, após a duradoura alta de quatro anos que encerrou-se em setembro de 2012. Ainda assim, as ações são negociadas a níveis mais elevados do que os da era “Jobs”. A empresa continua não comentando rumores e os fãs aguardam impacientes.

Ações da Zynga disparam mais de 14% com novos jogos de apostas

Nenhum comentário