Header Ads

Aumento do IPI não refletiu no preço dos carros novos

O mercado ainda não absorveu o aumento oficial dos carros provocados pelo retorno de 2% no IPI em janeiro. Estudo AutoInforme/Molicar que analisa o Preço de Verdade, isto é, o preço realmente praticado no mercado, mostrou que o carro zero subiu apenas 0,81% no primeiro bimestre, ou menos da metade do aumento oficial.

A maior parte desse aumento (índice de 0,79%) ocorreu em janeiro; em fevereiro o preço permaneceu estável (teve uma variação residual de 0,02%).

Apenas dez marcas tiveram aumento em fevereiro, entre elas, as três grandes: Fiat 0,07%, Volkswagen 0,10% e GM 0,41%. Sinal de que as empresas com maior poder de fogo conseguiram recuperar uma pequena parte do preço.

Mas grande parte das empresas sequer manteve o preço praticado em dezembro (veja tabela), casos da Ford e da Hyundai, que tiveram queda de 0,03%, da Toyota (-0,05%), Honda (-0,84%), Nissan (-1,30%) e Jeep (-2,49%).

A maioria (25 marcas) manteve o preço inalterado, um indicador de que a grande concorrência não está permitindo que as montadoras e importadoras repassem para o consumidor o aumento resultante da volta parcial do imposto.

Aumento do IPI não refletiu no preço dos carros novos

Nenhum comentário